DIABETES E ÁLCOOL: O QUE VOCÊ PRECISA SABER

diabetes e álcool

Diabetes e álcool | Fatos importantes | Efeitos do álcool | Como o vinho atua | Benefícios do vinho | O que fazer e o que não fazer | Recomendações | Fontes

Se você tem diabetes, beber álcool pode fazer com que o açúcar no sangue suba ou desça. Além disso, o álcool tem muitas calorias.

 

Se beber, faça-o ocasionalmente e apenas quando o seu nível de diabetes e açúcar no sangue estiver bem controlado. Se você está seguindo um plano de refeições controlado por calorias, uma bebida com álcool deve ser incluída na sua contagem de carboidratos.

 

Pessoas com diabetes devem ser particularmente cautelosas quando se trata de beber álcool, porque o álcool pode piorar algumas das complicações da diabetes.

 

Em primeiro lugar, o álcool afeta o trabalho do fígado de regular o açúcar no sangue. O álcool também pode interagir com alguns medicamentos que são prescritos para pessoas com diabetes.

 

Mesmo que você raramente beba álcool, converse com seu médico sobre o assunto para que ele ou ela saiba quais medicamentos são os melhores para você.

 

Diabetes e álcool: fatos importantes

Veja o que você precisa saber:

 

1. Álcool interage com medicamentos para diabetes

O álcool pode elevar ou diminuir os níveis de glicose no sangue, dependendo do quanto você bebe. Alguns medicamentos para diabetes (incluindo sulfoniluréias e meglitinidas) também diminuem os níveis de glicose no sangue, estimulando o pâncreas a produzir mais insulina. Combinando os efeitos da medicação com álcool no sangue, pode-se levar à hipoglicemia ou ao “choque insulínico”, que é uma emergência médica.

 

2. O álcool impede que o fígado faça o seu trabalho

A principal função do seu fígado é armazenar glicogênio, que é a forma armazenada de glicose, para que você tenha uma fonte de glicose quando você não comer. Quando você bebe álcool, seu fígado tem que trabalhar para removê-lo do sangue, em vez de trabalhar para regular o açúcar no sangue, ou glicose no sangue. Por esse motivo, você nunca deve ingerir álcool quando a glicemia já estiver baixa.

 

3. Nunca beba álcool com o estômago vazio

A comida diminui a velocidade com que o álcool é absorvido pela corrente sanguínea. Certifique-se de comer uma refeição ou lanche contendo carboidratos, antes de beber algo alcoólico.

 

4. Sempre teste o açúcar no sangue antes de tomar uma bebida alcoólica

O álcool prejudica a capacidade do seu fígado de produzir glicose. Por isso, certifique-se de que sabe o nível de sua glicose no sangue antes de ingerir uma bebida alcoólica.

 

5. O álcool pode causar hipoglicemia

Após alguns minutos de ingestão de bebidas alcoólicas e até 12 horas depois, o álcool pode diminuir o nível de glicose no sangue. Depois de consumir álcool, verifique o seu nível de glicose no sangue para se certificar de que está em uma zona segura. Se sua glicose no sangue estiver baixa, coma um lanche para normalizá-la.

 

6. Você pode salvar sua vida bebendo devagar

Beber muito álcool pode fazer com que você se sinta tonto, sonolento e desorientado – os mesmos sintomas da hipoglicemia. Certifique-se de usar uma pulseira que alerta as pessoas ao seu redor para o fato de que você tem diabetes, de modo que se você começar a se comportar como se estivesse intoxicado ou bêbado, eles sabem que seus sintomas podem ser causados ​​por hipoglicemia. Se você é hipoglicêmico, você precisa de comida e / ou comprimidos de glicose para elevar seu nível de glicose no sangue.

 

7. Você pode salvar sua vida conhecendo seu limite

Seu médico lhe dirá quanto álcool é seguro para você beber. Dependendo do seu estado de saúde, isso pode significar que não se pode consumir álcool. Em alguns casos, as mulheres com diabetes podem não ter mais do que uma bebida alcoólica por dia. Os homens não devem ter mais do que duas.

 

Diabetes e álcool: efeitos do álcool

Aqui estão algumas outras maneiras pelas quais o álcool pode afetar a diabetes:

 

  • Enquanto quantidades moderadas de álcool podem causar o aumento de açúcar no sangue inicialmente, o excesso de álcool pode realmente diminuir o seu nível de açúcar no sangue – às vezes fazendo com que ele caia em níveis perigosos, especialmente para pessoas com diabetes tipo 1.
  • Cerveja e vinho doce contêm carboidratos e podem elevar o açúcar no sangue.
  • O álcool estimula o apetite, o que pode fazer com que você coma em excesso e pode afetar o controle do açúcar no sangue.
  • As bebidas alcoólicas costumam ter muitas calorias, dificultando a perda do excesso de peso.
  • O álcool também pode afetar seu julgamento ou força de vontade, fazendo com que você faça escolhas alimentares pobres.
  • O álcool pode interferir nos efeitos positivos dos medicamentos orais para diabetes ou da insulina.
  • O álcool pode aumentar os níveis de triglicérides.
  • O álcool pode aumentar a pressão arterial.
  • O álcool pode causar rubor, náusea, aumento da frequência cardíaca e fala arrastada. Estes podem ser confundidos com ou mascarar os sintomas de baixa acentuada de açúcar no sangue.
banner 3 passos para controlar a diabetes
Clique e saiba mais

Diabetes e álcool: como o vinho tinto afeta o açúcar no sangue

Segundo a Associação Americana de Diabetes, beber vinho tinto – ou qualquer bebida alcoólica – pode baixar o açúcar no sangue por até 24 horas. Por causa disso, eles recomendam que você verifique seu nível de açúcar no sangue antes de beber, enquanto bebe, e monitore-o por até 24 horas depois de beber.

 

Ficar bêbado e a baixa taxa de açúcar no sangue podem compartilhar muitos dos mesmos sintomas, portanto, deixar de verificar sua glicose no sangue pode levar os outros a pensarem que você está sentindo os efeitos de uma bebida alcoólica quando na verdade seu nível de açúcar no sangue está chegando a níveis perigosamente baixos.

 

Há outra razão para estar atento aos seus níveis de açúcar no sangue enquanto bebe: algumas bebidas alcoólicas, incluindo bebidas que usam suco ou adições com alto teor de açúcar, podem aumentar o açúcar no sangue.

 

Diabetes e álcool: benefícios do vinho tinto

Efeitos sobre o açúcar no sangue de lado, há algumas evidências de que o vinho tinto pode fornecer benefícios para pessoas com diabetes tipo 2.

 

Um estudo recente revelou que o consumo moderado de vinho tinto (definido como um copo por dia neste estudo) pode reduzir os riscos de doenças cardíacas em pessoas com diabetes tipo 2 bem controlada.

 

No estudo, mais de 200 participantes foram monitorados por dois anos. Um grupo tinha um copo de vinho tinto todas as noites com o jantar, um tinha vinho branco e o outro tinha água mineral. Todos seguiram uma dieta saudável low-carb, sem restrições calóricas.

 

Depois de dois anos, o grupo do vinho tinto tinha níveis mais altos de lipoproteína de alta densidade (HDL, ou colesterol bom) do que antes, e reduziu os níveis de colesterol em geral. Eles também viram benefícios no controle glicêmico.

 

Os pesquisadores concluíram que beber quantidades moderadas de vinho tinto em conjunto com uma dieta saudável pode “diminuir modestamente” os riscos de doenças cardíacas.

 

Estudos mais antigos também revelam associações entre ingestão moderada de vinho tinto e benefícios para a saúde entre os diabéticos tipo 2, bem controlados ou não. Os benefícios incluíram melhores níveis de açúcar no sangue pós-refeição, melhores níveis de glicemia de jejum na manhã seguinte e melhor resistência à insulina.

 

A revisão também aponta que pode não ser o próprio álcool, mas sim componentes do vinho tinto, como os polifenóis (produtos químicos promotores da saúde nos alimentos) que conferem os benefícios.

 

Diabetes e álcool: o que fazer e o que não fazer

Pessoas com diabetes que bebem devem seguir estas diretrizes de consumo de álcool:

  • Não beba mais do que duas bebidas alcoólicas em um período de um dia, se for homem ou se for mulher, uma dose (Exemplo: uma bebida alcoólica = 1 copo de vinho, 1 1/2 “dose” de licor ou 1 lata de cerveja).
  • Beba álcool apenas com comida.
  • Beba devagar.
  • Evite bebidas mistas “açucaradas”, ou vinhos doces.
  • Misture o licor com água, club soda ou refrigerantes diet.
  • Use sempre uma pulseira ou outro adorno que diga que você tem diabetes, especialmente para quando estiver em locais onde as pessoas não o conheçam.

 

Recomendações

Para controle da diabetes através de uma alimentação saudável, dieta recomendada, receitas, livros gratuitos e outras publicações indicadas para diabéticos visite Produtos Recomendados neste site. Para saber mais, clique aqui.

 

Fontes:

banner 3 passos para controlar a diabetes
Clique e saiba mais

4 thoughts on “DIABETES E ÁLCOOL: O QUE VOCÊ PRECISA SABER

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *