DIABETES E DOENÇAS RENAIS: IMPORTANTE. SAIBA MAIS!

diabetes e doenças renais

Diabetes e doenças renais | Causas | Fatores de risco | Sintomas | Prevenção | DiagnósticoDiabetes e estresse | O que acontece com o tempo | Recomendações | Fontes

Nefropatia, ou doença renal, está entre as complicações mais graves para muitas pessoas com diabetes.

 

Diabetes é a principal causa de doença renal. Cerca de 1 em cada 4 adultos com diabetes tem doença renal.

 

O principal trabalho dos rins é filtrar os resíduos e a água extra do sangue para produzir urina. Seus rins também ajudam a controlar a pressão sanguínea e a produzir hormônios que o corpo precisa para se manter saudável.

 

Quando seus rins estão danificados, eles não conseguem filtrar o sangue como deveriam, o que pode causar o acúmulo de resíduos em seu corpo. Danos nos rins também podem causar outros problemas de saúde.

 

Os danos nos rins causados pela diabetes geralmente ocorrem lentamente, ao longo de muitos anos. Você pode tomar medidas para proteger seus rins e prevenir ou retardar os danos nos rins.

 

A nefropatia tem poucos sintomas precoces ou sinais de alerta, semelhantes a outras doenças associadas à diabetes tipo 2. Danos aos rins causados ​​pela nefropatia podem ocorrer por até uma década antes dos primeiros sintomas aparecerem.

 

Diabetes e doenças renais:  como a diabetes causa doença renal?

A glicose alta no sangue, também chamada de açúcar no sangue, pode danificar os vasos sanguíneos nos rins. Quando os vasos sanguíneos estão danificados, eles não funcionam tão bem. Muitas pessoas com diabetes também desenvolvem pressão alta, que também pode danificar seus rins.

 

A doença renal não tem apenas uma causa específica. Especialistas acreditam que seu desenvolvimento provavelmente está associado a anos de glicemia descontrolada. Outros fatores provavelmente também desempenham papéis importantes, como a predisposição genética.

 

Os rins são o sistema de filtragem do sangue do corpo. Cada um é composto de centenas de milhares de néfrons que limpam o sangue do lixo.

 

Com o tempo, especialmente quando uma pessoa tem diabetes tipo 2, os rins ficam sobrecarregados porque estão constantemente removendo o excesso de glicose do sangue. Os néfrons ficam inflamados e com cicatrizes, e eles não funcionam mais tão bem.

 

Logo, os néfrons não podem mais filtrar completamente o suprimento de sangue do corpo. Material que normalmente seria removido do sangue, como proteína, passa para a urina.

 

Muito desse material indesejado é uma proteína chamada albumina. Os níveis de albumina do seu corpo podem ser testados em uma amostra de urina para ajudar a determinar como seus rins estão funcionando.

 

Uma pequena quantidade de albumina na urina é referida como microalbuminúria. Quando grandes quantidades de albumina são encontradas na urina, a condição é chamada macroalbuminúria.

 

Os perigos da insuficiência renal são muito maiores com a macroalbuminúria e a doença renal terminal é um risco. O tratamento para a fase terminal é a diálise, onde o seu sangue é filtrado por uma máquina e bombeado de volta para o seu corpo.

 

Diabetes e doenças renais: fatores de risco

O diagnóstico precoce da doença renal é essencial para preservar a boa saúde. Se você tem pré-diabetes, diabetes tipo 2 ou outros fatores conhecidos de risco para diabetes, seus rins já estão sobrecarregados e sua função deve ser testada anualmente.

Ter diabetes por mais tempo aumenta as chances de você ter danos nos rins. Se você tem diabetes, é mais provável que você desenvolva doença renal se

 

  • a glicose no sangue estiver fora de controle
  • a pressão sanguínea estiver muito alta
  • afrodescendentes e latinos desenvolvem diabetes, doença renal e insuficiência renal em uma taxa maior do que os caucasianos.

 

Também é mais provável que você desenvolva doença renal se tiver diabetes e

 

  • fumar
  • tiver colesterol alto
  • não seguir seu plano de alimentação para diabetes
  • comer alimentos ricos em sal
  • for sedentário
  • estiver acima do peso
  • tiver doença cardíaca
  • tiver um histórico familiar de insuficiência renal ou doença cardíaca
  • obesidade
  • idade avançada

 

banner 3 passos para controlar a diabetes
Clique e saiba mais!

Diabetes e doenças renais: sintomas de nefropatia

Frequentemente, nenhum sintoma da doença renal aparece até que os rins não estejam mais funcionando adequadamente. Os sintomas que indicam que seus rins podem estar em risco incluem:

 

  • retenção de fluidos
  • inchaço dos pés, tornozelos e pernas
  • um fraco apetite
  • sentindo-se exausto e fraco a maior parte do tempo
  • dores de cabeça frequentes
  • náusea
  • vômito
  • insônia
  • dificuldade de concentração

 

Diabetes e doenças renais: prevenção

As principais formas de prevenir a nefropatia diabética incluem o seguinte:

 

Dieta

A melhor maneira de preservar a saúde renal é observar cuidadosamente sua dieta. Pessoas com diabetes que têm função renal parcial precisam ser ainda mais vigilantes sobre a manutenção:

 

  • glicose no sangue saudável
  • colesterol no sangue
  • níveis lipídicos
  • Manter uma pressão arterial de menos de 130/80 também é essencial. Mesmo que você tenha uma doença renal leve, ela pode piorar muito com a hipertensão.
  • Coma alimentos com pouco sal.
  • Perca peso se estiver com excesso de peso.
  • Evite álcool.

 

Seu médico pode recomendar que você siga uma dieta com baixo teor de gordura e baixo teor de proteínas.

 

Exercícios

Com base nas recomendações do seu médico, o exercício diário também poderá ser essencial.

 

Medicamentos

A maioria das pessoas com diabetes tipo 2 que tem pressão alta toma inibidores da enzima conversora de angiotensina (ECA) para tratamento de doenças cardíacas, como o captopril e o enalapril. Essas drogas também têm o potencial de retardar a progressão da doença renal.

 

Os médicos também prescrevem comumente bloqueadores dos receptores da angiotensina.

 

Outras opções possíveis para pessoas com diabetes tipo 2 e doença renal crônica podem ser o uso de um inibidor do cotransportador sódico-glicose-2 ou um agonista do receptor do peptídeo-1 semelhante ao glucagon. Essas drogas podem reduzir o risco de progressão da doença renal crônica e eventos cardiovasculares.

 

Parando de fumar

Se você fuma, pare imediatamente. De acordo com um estudo de 2012 o tabagismo é um fator de risco estabelecido para o desenvolvimento de doença renal.

 

Controle sua pressão sanguínea

A pressão sanguínea é a força do seu sangue contra a parede dos vasos sanguíneos. A pressão alta faz seu coração trabalhar muito. Pode causar ataque cardíaco, derrame e doença renal.

 

Seu médico também trabalhará com você para ajudá-lo a definir e alcançar sua meta de pressão arterial. A meta de pressão arterial para a maioria das pessoas com diabetes está em até 130/80 mm Hg.

 

Diabetes e doenças renais: diagnóstico

A maioria das pessoas com doença renal diabética não apresenta sintomas. A única maneira de saber se você tem doença renal diabética é ter seus rins verificados através de exames laboratoriais.

 

Profissionais de saúde usam exames de sangue e urina para verificar se há doença renal diabética. O profissional de saúde verificará a presença de albumina na urina e também fará um exame de sangue para verificar se os rins estão filtrando o sangue.

 

Você deve fazer um teste todos os anos para doenças renais se

 

 

Diabetes e doenças renais: como posso lidar com o estresse?

Gerenciar diabetes nem sempre é fácil. Sentir-se estressado, triste ou com raiva é comum quando você está vivendo com diabetes. Você pode saber o que fazer para se manter saudável, mas pode ter problemas para manter seu plano ao longo do tempo. O estresse a longo prazo pode aumentar a glicose e a pressão sanguínea do sangue, mas você pode aprender maneiras de diminuir o estresse. Tente respirar fundo, jardinagem, passear, praticar ioga, meditar, fazer um hobby ou ouvir sua música favorita.

 

Diabetes e doenças renais: elas pioram com o tempo?

Os danos nos rins causados pelo diabetes podem piorar com o tempo.

 

No entanto, você pode tomar medidas para manter os rins saudáveis e ajudar a diminuir os danos nos rins para prevenir ou retardar a insuficiência renal.

 

Insuficiência renal significa que seus rins perderam a maior parte de sua capacidade de funcionar – menos de 15% da função renal normal. No entanto, a maioria das pessoas com diabetes acaba não tendo insuficiência renal aguda.

 

Recomendações

Para controle da diabetes através de uma alimentação saudável, dieta recomendada, receitas, livros gratuitos e outras publicações indicadas para diabéticos visite Produtos Recomendados neste site. Para saber mais, clique aqui.

 

Fontes:

 

banner 3 passos para controlar a diabetes
Clique para saber mais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *